77 9 9992-3542 / 9 9997-0777 redacao@brumadoagora.com.br 23 de Março de 2017
voltar ao topo

Brumado Agora

Resultado da busca pela categoria "saude"

Ministério da Saúde inicia a distribuição de testes rápidos de Zika vírus na Bahia

Quinta, 16.Mar.2017 | 16h00




Ministério da Saúde inicia a distribuição de testes rápidos de Zika vírus na Bahia
Foto: Divulgação

Hoje (16) tem início a distribuição de 307 mil testes rápidos para o diagnóstico de infecção por Zika Vírus na Bahia. Este é o primeiro lote enviado pelo Ministério da Saúde para o Estado e corresponde a mais de 50% do total previsto para o ano de 2017. A expectativa é que, em até 15 dias, o lote esteja disponível, prioritariamente, nas maternidades e laboratórios públicos de todas as regiões da Bahia. A tecnologia do teste rápido indica, em até 20 minutos, se o paciente está infectado ou se já teve contato com o vírus da Zika em algum momento da vida. “Com o dispositivo, é possível identificar infecção recente em populações de risco, como gestantes e recém-nascidos, para prover assistência e orientações adequadas, por meio do acompanhamento de toda a gravidez e do desenvolvimento neuropsicomotor da criança”, afirma o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas. De acordo com dados da vigilância epidemiológica, em 2016 foram notificados mais de 57 mil casos de Zika na Bahia. Apenas até 21 de fevereiro deste ano, já foram registradas 469 notificações.


Apenas 239 municípios têm cobertura adequada contra o HPV

Por Agência Brasil
Quinta, 16.Mar.2017 | 10h56




Apenas 239 municípios têm cobertura adequada contra o HPV
Foto: José Cruz | Agência Brasil

Apenas 239 cidades, o equivante a 4% dos 5.570 municípios brasileiros, têm 80% ou mais das meninas de 9 a 14 anos com esquema vacinal do HPV completo, ou seja, que tomaram as duas doses necessárias para que fiquem imunes ao vírus. Os dados foram divulgados hoje (15) em entrevista coletiva conjunta dos ministérios da Saúde e Educação. Em números absolutos, isso significa que 5,5 milhões de meninas não estão completamente protegidas. Segundo o Minisério da Saúde, 92,4% das meninas tomaram a primeira dose e 55% a segunda, garantindo a imunização. Quando considerados os municípios, apenas 4% têm cobertura vacinal considerada adequada; 2.403 (43%) têm cobertura baixa, com 50% a 80% das meninas com o esquema completo; e 2.906 (52%) cobertura muito baixa, até 50% de meninas que tomaram as duas doses. "São 16 mil mulheres que têm câncer provocado por HPV, 5 mil mortes por ano por esses cânceres provocados por HPV. Portanto, a vacinação do HPV é fundamental para diminuir o impacto na saúde dos brasileiros", enfatizou o minsitro da Saúde, Ricardo Barros. De 2014 a 2016, 5,8 milhões de meninas de 9 a 14 anos foram imunizadas com as duas doses, o que equivale a 55% do total dessa faixa etária. A meta da pasta é chegar a 80%.


Odontomóvel atende esta semana em Rio de Contas

Terça, 14.Mar.2017 | 12h27




Odontomóvel atende esta semana em Rio de Contas
Foto: Divulgação

Começou na segunda-feira (13) no município de Rio de Contas o atendimento do Saúde sem Fronteiras Odontomóvel. Até sábado (18), a população riocontense contará com serviços de odontologia, realizados em unidade móvel equipada e onde poderão ser feitas restaurações, cirurgias de alta e baixa complexidade, tratamento de canal, colocação de coroa provisória, aplicação de flúor, exame radiológico, periodontia (tratamento de gengiva), entre outros. Enquanto aguardam, os pacientes são orientados sobre os cuidados com a saúde bucal. Para o atendimento, das 7 às 18h, as pessoas devem levar o Cartão do SUS, documento de identidade e comprovante de residência. A unidade móvel está estacionada na Praça da Matriz, no centro da cidade.


Estudantes descobrem que extrato da erva-cidreira pode matar larvas do Aedes aegypti

Quarta, 08.Mar.2017 | 14h00




Estudantes descobrem que extrato da erva-cidreira pode matar larvas do Aedes aegypti
Foto: Divulgação

Muito além das propriedades medicinais já conhecidas – como calmante, diurética e expectorante –, a erva-cidreira ganhou uma outra notoriedade pelas mãos das estudantes Júlia Fagundes e Sandy Marques, ambas com 17 anos. Ao cursarem o 3º ano no Colégio Estadual Rolando Laranjeira, no município de Santa Maria da Vitória, no oeste baiano, elas desenvolveram uma pesquisa em sala de aula e descobriram que a Lippia alba (erva-cidreira brasileira), existente em abundância na região, pode matar a larva do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Pelo alcance social, baixo custo e por não causar nenhum prejuízo à saúde, o projeto ‘A propriedade larvicida do óleo essencial da erva-cidreira brasileira’ foi selecionado para a 15ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que acontece entre os dias 20 e 27 de março, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). Ao todo, seis projetos da rede estadual serão apresentados no evento, destacando as experiências desenvolvidas no âmbito do projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. "Desenvolvemos uma pesquisa sobre plantas existentes em Santa Maria da Vitória, como a erva-cidreira, o manjericão e a arruda, e, através dos óleos essenciais retirados destas espécies, fizemos testes com as larvas do A. aegypti. Comprovando, por fim, que a folha da erva-cidreira contém propriedades larvicidas, promovendo assim meios mais naturais de combatê-las”, relata Júlia Fagundes. 


Cidades com febre amarela receberão recursos do Ministério da Saúde

Sexta, 17.Fev.2017 | 15h27




Cidades com febre amarela  receberão recursos do Ministério da Saúde
Foto: Reprodução | EPTV

A fim de ajudar  municípios de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo a intensificar vacinação contra febre amarela, o Ministério da Saúde liberou o repasse de R$ 13.830.085,91.  Segundo a pasta, o recurso foi definido a partir da estimativa da população a ser vacinada em cada um dos 256 municípios que integram os referidos estados e estão com registros da doença. A medida, que já tinha sido anunciada pelo Ministério da Saúde no início do mês, foi publicada, nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial da União.


Mitos e verdades sobre a vacina contra a febre amarela

Por Agência Brasil
Segunda, 13.Fev.2017 | 07h00




Mitos e verdades sobre a vacina contra a febre amarela
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Desde o início do surto de febre amarela em cidades do interior do Espírito Santo, a procura pela vacina em postos de saúde este ano vem aumentando. Com a confirmação de casos da doença em pelo menos três estados, a corrida em busca da imunização tem provocado filas em diversos municípios. É importante destacar, entretanto, que nem todas as pessoas precisam receber uma nova dose – grávidas e idosos, por exemplo, estão entre os grupos onde há contraindicação. Desde o início do ano, o ministério tem enviado doses extras da vacina contra a febre amarela aos estados que registram casos suspeitos da doença, além de outros localizados na divisa com áreas que tenham notificado casos. No total, 9,9 milhões de doses extras foram enviadas para cinco estados: Minas Gerais (4,5 milhões), Espírito Santo (2,5 milhões), São Paulo (1,2 milhão), Bahia (900 mil) e Rio de Janeiro (850 mil). O quantitativo é um adicional às doses de rotina do Calendário Nacional de Vacinação, enviadas mensalmente aos estados. Até a última sexta-feira (10), foram confirmados 230, casos de febre amarela. Dos 1.170 casos registrados como suspeitos, 847 permanecem em investigação e 93 foram descartados. Entre os 186 óbitos notificados, 79 foram confirmados, 104 são investigados e três foram descartados. Os estados de Minas Gerais, do Espírito Santo, de São Paulo, da Bahia e do Tocantins continuam com casos investigados e/ou confirmados.


BA: Governo reúne gestores de saúde de 364 municípios para debater avanços e desafios do setor

Quarta, 08.Fev.2017 | 07h58




BA: Governo reúne gestores de saúde de 364 municípios para debater avanços e desafios do setor
Foto: Divulgação

Com o objetivo de debater os avanços e desafios do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia, bem como aspectos relacionados à vigilância, regulação, medicamentos e financiamento, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e o Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems/BA) reuniram representantes de 364 municípios baianos nesta terça-feira (7), no hotel Fiesta, em Salvador, no Seminário de Integração da Gestão da Saúde, que segue até esta quarta-feira. O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, apontou que a busca pela eficiência deve ser a meta de todo gestor público, sobretudo, daqueles que atuam na área da saúde. "Em um cenário nacional de grave subfinanciamento, o recurso público é ainda mais escasso. Repensar os fluxos, capacitar os profissionais e investir nas ações que sejam, de fato, resolutivas, é a forma mais adequada de alcançar este objetivo", afirma Vilas-Boas. Um dos exemplos de otimização do gasto público são os Consórcios Públicos de Saúde, na qual os entes consorciados rateiam os custos de um serviço, possibilitando simultaneamente, a ampliação e descentralização da assistência, bem como o reequilíbrio financeiro dos municípios. Na Bahia, quatro policlínicas regionais de saúde estão em construção e com obras aceleradas, em Jequié, Teixeira de Freitas, Irecê e Guanambi. Com previsão de inauguração no primeiro semestre de 2017, as unidades serão geridas de forma compartilhada entre municípios e o Estado, por meio do consórcio.


SBM alerta para o diagnóstico tardio de câncer do Câncer de Mama

Segunda, 06.Fev.2017 | 13h02




SBM alerta para o diagnóstico tardio de câncer do Câncer de Mama
Foto: Reprodução

Conforme levantamento realizado pela da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), o Brasil registra 58 mil casos de câncer de mama por ano e a maioria é detectada com lesões muito grandes, ou seja, a mamografia, exame que detecta o câncer de mama, aliado ao exame clínico e ao autoexame - considerados elementos essenciais para a prevenção de novas mortes pela doença -  são feitos tardiamente, segundo observou o presidente da SBM, Antônio Luiz Frasson.  “Aproximadamente 50% dos casos são detectados com mais de 5 centímetros. Isso significa que existe um descaso com o problema”, informou Frasson. Ele ainda citou que o retardo do diagnóstico preocupa a todos os mastologistas. Cada milímetro de tumor implica risco de mais ou menos 1% de que a doença se espalhe. Caso se detecte um tumor de 5 centímetros, o risco de que, no momento do diagnóstico, já exista metástese é muito alto. A importância do diagnóstico precoce, que é feito com exame clínico e que permite identificar lesões de 2 centímetros, é destacada pela Sociedade Brasileira de Mastologia. Com a mamografia, são identificadas lesões muitas vezes milimétricas. A SBM recomenda que a mamografia seja feita a partir dos 40 anos, porque em muitas regiões do Brasil a incidência de câncer de mama em mulheres entre 40 e 50 anos não é pequena. Varia entre 20% e 40%, informou o especialista.


Minas Gerais tem 109 casos confirmados de febre amarela

Por Agência Brasil
Terça, 31.Jan.2017 | 10h27




Minas Gerais tem 109 casos confirmados de febre amarela
Foto: Divulgação

O número de casos confirmados de febre amarela em Minas Gerais subiu para 109, segundo boletim epidemiológico divulgado hoje (30) pela Secretaria de Saúde do estado. O total de mortes confirmadas pela doença em Minas já chega a 40. Uma das vítimas provavelmente foi infectada no município de Januária, no norte do estado, mas foi diagnosticada e morreu no Distrito Federal. Ao todo, o estado registrou 712 notificações de suspeitas de febre amarela, em 51 municípios. Além dos 109 confirmados, 19 casos foram descartados. Os demais seguem em análise. Setenta mortes que podem ter sido causadas pela febre amarela também estão sendo investigadas.


Ministério da Saúde corrige dado e ocorrência de primeiro caso de febre amarela na Bahia é descartado

Terça, 24.Jan.2017 | 16h27




Ministério da Saúde corrige dado e ocorrência de primeiro caso de febre amarela na Bahia é descartado
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Embora tenha registrado a ocorrência, na noite de segunda-feira (23), do primeiro caso confirmado de febre amarela na Bahia, o Ministério da Saúde retificou a informação. Conforme informações do G1,  a assessoria de imprensa do órgão informou que houve um erro de digitação do boletim e nenhum caso de febre amarela foi confirmado no estado.De acordo com a retificação do boletim, sete casos da doença foram notificados na Bahia, sendo que seis permanecem em investigação e um foi descartado. Já a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que, até a manhã desta terça-feira, tem registro de apenas três casos de suspeita da doença, na cidade de Teixeira de Freitas, localizada no sul do estado. O Ministério destacou que enviou à Bahia 400 mil doses extras para vacinação preventiva da população na área recomendada e ainda ressaltou que não há registro de mortes na Bahia, e que os casos foram notificados em três municípios, entretanto eles não disseram quais. A Sesab ampliou a vacinação contra febre amarela no extremo sul da Bahia e Vitória da Conquista, no sudoeste do estado. De acordo com a Sesab, considerando a situação epidemiológica da doença no país, é necessário reforçar ações de monitoramento, vigilância e controle da doença e intensificando a imunização.


Dengue, zika e chikungunya mataram quase 800 pessoas em 2016 no Brasil

Por Agência Brasil
Terça, 24.Jan.2017 | 09h29




Dengue, zika e chikungunya mataram quase 800 pessoas em 2016 no Brasil
Foto: Reprodução

Pelo menos 794 pessoas morreram no Brasil em decorrência das três doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, zika e chikungunya. A maior parte das mortes, 629, foi provocada pela dengue. Os dados são do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, registados até 24 de dezembro de 2016. Ao todo, foram notificados 1.496.282 casos prováveis de dengue no país, totalizando uma incidência 731 casos a cada 100 mil habitantes. Já em 2015, foram 1.677.013 casos prováveis. Segundo o boletim, mais 629 óbitos estão sendo investigados para serem cofirmados ou descartados quanto ao vírus. Em 2016, até a metade de dezembro, foram registrados 265.554 casos prováveis de febre chikungunya no país, com uma taxa de incidência de 129,9 casos para cada 100 mil habitantes. O número é cerca de seis vezes maior do que o de 2015, quando foram notificados 38.499 casos prováveis da doença. Ao todo, foram registrados no ano passado 159 óbitos pela doença, enquanto em 2015 foram 14. Em 2016, até o meio de dezembro, foram registrados 214.193 casos prováveis de febre pelo vírus Zika no país (taxa de incidência de 104,8 casos/100 mil habitantes). Ao todo, foram confirmados laboratorialmente seis mortes por Zika. Em relação às gestantes, foram registrados 16.923 casos prováveis, sendo 10.820 confirmados por critério clínico-epidemiológico ou laboratorial. A notificação obrigatória de casos da doença pelo sistema de saúde passou a valer no começo de fevereiro de 2016.


Médico brumadense fala sobre Febre Amarela e a DXP em programa da Rede Globo

Por Janine Andrade
Quarta, 18.Jan.2017 | 14h58




Médico brumadense fala sobre Febre Amarela e a DXP em programa da Rede Globo
Foto: Reprodução | TV Globo

Para falar sobre o surto de Febre Amarela em Minas Gerais e a DXP (Doença que ocasiona urina de coloração preta), que teve vários casos registrados na Bahia, participou do Programa Bem Estar, na Rede Globo de televisão, o médico infectologista brumadense Tiago Lobo. Ele é considerado um dos maiores infectologistas da Bahia e durante sua participação respondeu aos questionamentos dos apresentadores e dos espectadores, esclarecendo dúvidas sobre as respectivas doenças.


SESAB divulga nota de esclarecimento sobre o surto de Mialgia Agura na Bahia

Quarta, 21.Dez.2016 | 10h00




SESAB divulga nota de esclarecimento sobre o surto de Mialgia Agura na Bahia
Foto: Reprodução

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa), esclarece à população que, até a manhã de hoje (20), foram notificados 22 pacientes com sintomas de dor muscular intensa, de início súbito, acometendo, principalmente, a região cervical (pescoço), ombros, costas, coxas e/ou panturrilhas. Todos os pacientes residem na capital, sendo que 14 relataram o consumo de peixe, enquanto oito não se recordam ou não consumiram peixe. Está em curso um processo de investigação que reúne profissionais da Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária e Ambiental, bem como os técnicos do Laboratório Central do Estado (Lacen). Esclarecemos que até o momento o Lacen não coletou quaisquer amostras de alimentos, pois os casos foram notificados tardiamente. Alertamos que a população deve procurar imediatamente uma unidade de saúde caso apresente os sintomas citados. Todas as unidades de urgência e emergência estão orientadas a notificar imediatamente os casos suspeitos de Mialgia Aguda, o que possibilita acelerar o processo de investigação.


Brumado: equipamentos da UTI são instalados no Hospital Professor Magalhães Neto

Por Janine Andrade
Quarta, 14.Dez.2016 | 12h00




Brumado: equipamentos da UTI são instalados no Hospital Professor Magalhães Neto
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Os equipamentos para os dez leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, em Brumado, foram entregues na unidade de saúde. Os aparelhos chegaram no final da manhã de terça-feira (13) e seguem agora o processo de instalação. Mesmo com o cancelamento da visita do governador Rui Costa ( PT), que aconteceria nesta quarta-feira 14) - quando ocorreria a solenidade inaugural com entrega do módulo (equipamentos e materiais permanentes da UTI) - , o material foi entregue e nova data deve ser definida para inauguração.

Brumado: equipamentos da UTI são instalados no Hospital Professor Magalhães Neto
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora


Brumado: dia 'D' da campanha 'Novembro Azul' foi de atividades e prestação de serviços no Caic

Por Janine Andrade
Quinta, 01.Dez.2016 | 08h29




Brumado: dia 'D' da campanha 'Novembro Azul' foi de atividades e prestação de serviços no Caic
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Durante o mês novembro, em todo o país são realizadas atividades da campanha ‘Novembro Azul’, ação de conscientização dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata. Em Brumado, o dia ‘D’ da campanha foi realizado nesta quarta-feira (30), no PSF Joaquim de Castro Nonato (Caic - Bairro Malhada Branca), onde foram oferecidos diversos serviços para os homens e houve explanações sobre a campanha.

Brumado: dia 'D' da campanha 'Novembro Azul' foi de atividades e prestação de serviços no Caic
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

 “No decorre do mês, o PSF  vem trabalhando a questão da saúde do homem, com ênfase em PSA, falando sobre a importância dos cuidados com a próstata. Hoje estamos encerrando com um evento que está oferecendo vários serviços para o homem, entre eles, teste rápido de Sífilis, Hepatite, Glicemia , medição de peso”, disse Eriédna Costa. O evento contou ainda com palestr, que abordou temas referentes a saúde dos homens.


Brumado: prefeitura abre licitação para aquisição de móveis e equipamentos hospitalares destinados a UTI neonatal

Por Janine Andrade
Terça, 29.Nov.2016 | 16h00




Brumado: prefeitura abre licitação para aquisição de móveis e equipamentos hospitalares destinados a UTI neonatal
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Através do Pregão Presencial Nº 117/2016, publicado no Diário Oficial do município de Brumado desta terça-feira (29), a prefeitura informa a abertura de licitação para a aquisição de móveis e equipamentos hospitalares destinados a UTI neonatal do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto (HMPMN). Conforme o documento, a CPL da Prefeitura Municipal de Brumado realizará a licitação no dia 12 de dezembro deste ano, às 15h, em sua sede, sendo José Remilton Gomes Franco o pregoeiro oficial. 


Com o consórcio de saúde consolidado, Brumado poderá oferecer importantes serviços de média e alta complexidade no HMPMN

Por Janine Andrade
Quarta, 23.Nov.2016 | 14h00




Com o consórcio de saúde consolidado, Brumado poderá oferecer importantes serviços de média e alta complexidade no HMPMN
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (23) na sede da Dires 19, em Brumado, discutiu a formação de um consórcio de saúde dentro do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto (HMPMN), o qual irá atender aos 21 municípios que compõem a região de saúde (espaço geográfico contínuo constituído por agrupamentos de municípios limítrofes, delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde). A ocasião contou com a participação dos 21 prefeitos eleitos destes municípios; Karine Rebouças - coordenadora técnica do núcleo regional de saúde do Sudoeste; e equipe do Governo do Estado. Durante a apresentação do projeto, a coordenadora técnica do núcleo regional de saúde do Sudoeste explicou que, com o consórcio de saúde consolidado, Brumado oferecerá importantes serviços de média e alta complexidade no HMPMN para os municípios da região de saúde. “a ideia do projeto está na condução do processo do consórcio e esse é um serviço com várias discussões. A gente vem tratando deste assunto desde o ano passado com os gestores que foram eleitos e temos discutido a questão de estar fortalecendo esta região. O consórcio tem um olhar para isso, com o propósito de ampliar os serviços de média e alta complexidade”, explicou Rebouças.

Com o consórcio de saúde consolidado, Brumado poderá oferecer importantes serviços de média e alta complexidade no HMPMN
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Ela ainda ressaltou que o “governador Rui Costa priorizou esta região com a inauguração da UTI Neonatal e Adulta, que era a única da região sudoeste que ainda não tinha este tipo de serviço, e isso vai fazer com que a gente necessite também de estar ampliando as nossas especialidades, ou seja, com o consórcio, poderemos contratar estes serviços. Precisamos, porém, que cada prefeito eleito faça um estudo no seu município e veja qual a real necessidade de cada um, para que nós não coloquemos serviços que já existem no município e sim possamos incluir os necessários, podemos citar, por exemplo, que uma Endoscopia, uma Colonoscopia, Ressonância, Tomografia , entre outros, serão oferecidos dentro no consórcio no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto e futuramente podermos ampliar estes serviços, como oferecer uma cirurgia Neuro, Cardíaca, tudo dependendo de como irá funcionar o consórcio, na medida que foram surgindo as demandas e necessidades da região “, concluiu a coordenadora. O processo depende, também, de aprovações de leis - referentes ao consórcio - nos legislativos das respectivos municípios que integraram a Região de Saúde, como também a contrapartida em recursos na ordem de 60 % de responsabilidade do município e 40% do Governo do Estado. A expectativa de serem iniciadas as atividades do consórcio é em março de 2017.


Hemoba comemora o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Terça, 22.Nov.2016 | 12h27




Hemoba comemora o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), órgão vinculado a Secretaria da Saúde, realiza de 21 a 26 de novembro uma semana em homenagem ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue (25 de novembro). Este ano a Hemoba aproveitará a data para homenagear esses cidadãos especiais que vêm fazendo a diferença na vida de milhares de pessoas com diversas atividades, na capital e nas unidades do interior. Com o tema: “Desafio no Sangue” a Fundação Hemoba pretende estimular a comunidade a prática da doação regular de sangue. A campanha deste ano é motivada pelo fato de que a Bahia opera com o estoque inferior necessário de bolsas de sangue. Apenas 1,4% dos baianos doam regularmente, percentual abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a OMS, o ideal é que de 3% a 5% da população doe regularmente.


Saúde lança edital para compra de repelentes para grávidas do Bolsa Família

Por Agência Brasil
Segunda, 21.Nov.2016 | 22h13




Saúde lança edital para compra de repelentes para grávidas do Bolsa Família
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

O Ministério da Saúde lançou hoje (21) edital do pregão eletrônico para compra dos repelentes que serão distribuídos para 484 mil gestantes do Bolsa Família. Os produtos podem ser fornecidos em forma de gel, loção, aerossol ou spray e oferecer, no mínimo, quatro horas de proteção, conforme registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O uso de repelentes é uma recomendação constante do Ministério da Saúde desde que a infecção por Zika em gestantes começou a ser relacionada com o nascimento de bebês com malformações neurológicas. A previsão de distribuição do produto para as grávidas do Bolsa Família começou a ser feita ainda em dezembro de 2015. A distribuição do produto faz parte do Plano de Enfrentamento ao Aedes aegypti e à Microcefalia. A abertura do pregão, que definirá a empresa fornecedora do produto para o Ministério da Saúde, está prevista para o dia 1º de dezembro, às 9h (horário de Brasília).


Epidemia do vírus Zika no Brasil completa um ano com desafio na área de pesquisa

Terça, 08.Nov.2016 | 18h29




Epidemia do vírus Zika no Brasil completa um ano com desafio na área de pesquisa

Na próxima sexta-feira, (11) completa-se um ano desde que o Brasil foi oficialmente atingido por uma das maiores epidemias de sua história. Em 11 de novembro de 2015, o Ministério da Saúde decretou a epidemia do vírus Zika como Situação de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional. Naquela data, já se passavam dois meses desde que médicos do Nordeste alertaram para o alto número de nascimentos de bebês com microcefalia em diversos estados. Começava ali um longo período de investigação e angústia para mães, mulheres grávidas e famílias. Pesquisadores de diversas áreas mobilizaram-se até constatar que os casos de microcefalia poderiam estar relacionados a um novo vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. A zika passou a ser o novo vilão da saúde nacional. Os primeiros casos de infecção pelo zika no Brasil ocorreram em meados de abril de 2015, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador (BA). O infectologista Antônio Bandeira atendeu os primeiros pacientes com os sintomas do vírus ainda desconhecido no país. “Eu fiquei  impressionado com a quantidade muito grande de pessoas que estavam sendo atendidas na emergência do hospital naquele momento, que chegavam com o mesmo sintoma. Manchas no corpo, febre baixa, uma conjuntivitezinha e dores pelo corpo. Era como se fosse a espécie de uma xerox de uma pessoa para outra.”, lembra o médico.


Embasa reforça a necessidade do consumo racional de água em Livramento

Quarta, 26.Out.2016 | 18h00




Embasa reforça a necessidade do consumo racional de água em Livramento
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

O longo período de estiagem que vem atingindo grandes centros urbanos e afetando o abastecimento humano em diversas cidades do país, tem provocado mudança de comportamento da população quanto à conscientização para o uso racional da água distribuída. Esse hábito tem adeptos até mesmo em municípios em situação confortável quanto ao abastecimento como é o caso de Livramento de Nossa Senhora.  Com a aproximação do período chuvoso na região, a barragem Luis Vieira terá atravessado a estiagem em situação tranquila no que diz respeito ao abastecimento humano. Atualmente, o reservatório encontra-se com 24 bilhões de litros de água acumulados, o que significa 22% de sua capacidade total de acumulação. No entanto, de acordo com a gerente da Embasa em Livramento, Maria de Lourdes, “é preciso superar essa concepção de que a água em nossa região é abundante. Temos visto, cada vez mais, exemplos de cidades que não imaginávamos passar por racionamento. Por isso, temos que começar desde já a promover atitudes positivas em nosso cotidiano". Por este motivo, a Embasa vem chamando a atenção da população para a necessidade da adoção de práticas que levem ao consumo racional da água na cidade. A empresa está fazendo sua parte, intensificando o trabalho de combate ao desperdício e desenvolvendo diversas ações para reduzir a perda de água no sistema de abastecimento. Além das rondas noturnas, a Embasa adota práticas rotineiras como substituição de redes que apresentam maior índice de quebramentos, substituição de hidrômetros com tempo de vida útil excedido, instalação e manutenção dos equipamentos de proteção existentes como válvulas redutoras para diminuição de pressões excessivas. Todas essas ações estão alinhadas às diretrizes do Projeto Com + Água, desenvolvido em Livramento desde 2008 com o objetivo de combater as perdas de água, assim como manter a vigilância e mobilização permanentes para a formação de uma nova consciência ambiental.  A partir dos encontros da Comissão de Usuários, o projeto tem possibilitado a ampliação do canal de diálogo entre a Embasa e a população, na multiplicação de boas práticas na rotina de consumo e de alerta quanto à perda de água.


Bahia: casos de chikungunya e dengue aumentam em relação a 2015

Terça, 18.Out.2016 | 18h30




Bahia: casos de chikungunya e dengue aumentam em relação a 2015

De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Saúde da Bahia ( Sesab), o número de casos de dengue e chikungunya na Bahia, entre janeiro e setembro deste ano, superaram a quantidade de casos notificados em todo o ano de 2015. Os casos de Zica também aumentaram, mas em uma intensidade menor. Os dados indicam que foram 53.842 casos de dengue e 24.304 de chikungunya em 2015, enquanto até setembro deste ano já foram registrados 62.892 casos de dengue e 47.895 de chikungunya. Em 2015, foram 66.203 casos, o que dá uma média de aproximadamente de 5.516 por mês. Até setembro de 2016, a Sesab registrou 55.128 casos, o que dá uma média de 6.125 casos mensais. Segundo a bióloga Raquel Perez, com a chegada da primavera, quando o clima reúne chuva e calor, o ambiente fica ainda mais favorável para a reprodução do mosquito aedes aegypti, transmissor das doenças.


Segundo pesquisa, em 66,2% dos casos de câncer de mama, é a própria mulher quem detecta os primeiros sinais da doença

Quinta, 06.Out.2016 | 17h59




Segundo pesquisa, em 66,2% dos casos de câncer de mama, é a própria mulher quem detecta os primeiros sinais da doença
Foto: Divulgação

Segundo relatório de pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa Epidemiológica da Divisão de Pesquisa Populacional do Inca - Instituto Nacional de Câncer - , em 66,2% dos casos de câncer de mama, é a própria mulher quem detecta os primeiros sinais da doença. Os principais sinais notados por essas mulheres foram a presença de um caroço (citado por 89,6% das mulheres) dor na mama (20,9%), alterações na pele da mama (7,1%), alterações no mamilo (2,6%), saída de secreção do mamilo (5,6%) e alteração no formato da mama (3,7%). Em 30,1% dos casos, a doença foi identificada por uma mamografia ou outro exame de imagem e, em 3,7% dos casos, um profissional de saúde detectou a suspeita. uma campanha do Outubro Rosa, movimento de prevenção ao câncer de mama celebrado este mês, chamada "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?" foi lançada nesta quinta-feira (06), pelo Inca e o Ministério da Saúde, a fim de divulgar a informação de que todas as mulheres de 50 a 69 anos façam a mamografia a cada dois anos.


Pesquisa britânica pode estar perto de descobrir cura para o HIV

Terça, 04.Out.2016 | 17h58




Pesquisa britânica pode estar perto de descobrir cura para o HIV

Uma nova terapia para o HIV está sendo testada por um time de cientistas de cinco universidades do Reino Unido e um britânico de 44 anos pode se tornar uma das primeiras pessoas no mundo a ser curada. Ele faz parte de um grupo com 50 voluntários e, de acordo com os pesquisadores, a presença do vírus é completamente indetectável em seu sangue.Os primeiros resultados devem ser publicados em 2018 e, segundo os pesquisadores, "esta é a primeira tentativa série de uma cura total para o HIV", disse Mark Samuels, diretor do National Institute for Health Research, em entrevista ao “Sunday Times”. "Nós estamos explorando a possibilidade real de curar o HIV. Este é um grande desafio, e ainda estamos no início, mas o progresso tem sido notável", complementou.


Outubro Rosa: durante todo mês serão promovidas ações de conscientização sobre a importância da detecção precoce do Câncer de Mama

Terça, 04.Out.2016 | 12h00




Outubro Rosa: durante todo mês serão promovidas ações de conscientização sobre a importância da detecção precoce do Câncer de Mama

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença. A campanha tem como objetivo, ainda, alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Esta campanha acontece com mais intensidade no mês de outubro e tem como símbolo o laço cor de rosa. O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Depois do câncer de pele não melanoma, responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano.


Brumado Agora últimas notícias