77 9 9992-3542 / 9 9997-0777 redacao@brumadoagora.com.br 20 de Janeiro de 2017
voltar ao topo

Brumado Agora

Resultado da busca pela categoria "brasil"

Temer diz que país 'está começando a sair da recessão'

Por Agência Brasil
Quinta, 19.Jan.2017 | 17h00

O presidente Michel Temer disse hoje (19), em evento em Ribeirão Preto (SP), que o país está começando a sair da recessão. De acordo com o presidente, superada a recessão, o Brasil entrará na fase do pleno emprego. "Pegamos o Brasil em uma posição extremamente delicada, com uma recessão extraordinária. E por isso, digo sempre, o primeiro passo é superar a recessão. Superada a recessão, é que nós vamos para o crescimento. E do crescimento, o chamado pleno emprego. Estas são as fases, digamos assim, que nós temos que atravessar. E agora, graças a Deus, nós estamos começando a sair da recessão", disse no evento, em que foram anunciados crédito de R$ 12 bilhões em crédito para produtores agrícolas. Temer citou a queda da inflação, que fechou em 6,3% no ano passado, e a queda da taxa básica de juros, a Selic, para 13% ao ano, são sinais de que a política econômica está no caminho certo.


Teori Zavascki está entre os passageiros de avião que caiu em Paraty

Quinta, 19.Jan.2017 | 16h28




Teori Zavascki está entre os passageiros de avião que caiu em Paraty
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal,  está entre os passageiros do avião que saiu de São Paulo e caiu nesta quinta-feira (19) no mar próximo a Paraty, próximo a Ilha Rasa, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Não há informação sobre o número de passageiros, ou se houve sobreviventes. A família do ministro já foi informada, além do presidente Michel Temer e da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que busca informações sobre os passageiros. O Corpo de Bombeiros informou que pelo menos três pessoas estão dentro do avião. Segundo a assessoria do Corpo de Bombeiros, um dos tripulantes chegou a ser encontrado com vida, mas acabou não resistindo. Os outros dois já estavam mortos.


Cantora Loalwa Braz, do Kaoma, foi assassinada no Rio de Janeiro

Quinta, 19.Jan.2017 | 14h28




Cantora Loalwa Braz, do Kaoma, foi assassinada no Rio de Janeiro
Foto: Reprodução

Na manhã desta quinta-feira (19), o corpo da  cantora Loalwa Braz Vieira, ícone da lambada e famosa pelo hit "Chorando se foi", foi encontrado em um carro incendiado em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio. Segundo a polícia, homens invadiram a pousada de Loalwa, a colocaram no veículo e levaram para a Estrada da Barreira, no Distrito de Bacaxá. A cantora tinha 63 anos e vivia na pousada. Além do carro, uma parte da pousada também foi queimada. No momento do crime, não havia hóspedes no local. A perícia encontrou ainda um botijão de gás dentro do veículo onde estava o corpo de Loalwa. Nenhum suspeito foi identificado e ainda não são conhecidos os motivos do crime. O caso é investigado pela 124ª Delegacia de Polícia. A polícia diz que pelo menos dois criminosos entraram no imóvel durante a  madrugada. Funcionários chegaram a relatar que eram quatro invasores. A cantora gritou por socorro, e um funcionário pediu a outro para chamar a polícia. Os dois já prestaram depoimento. Segundo o comando do 25º BPM, está sendo dado todo o apoio necessário ao trabalho da Polícia Civil para que os suspeitos sejam identificados e localizados.


Jogo da Amizade: confira a lista dos 23 convocados

Quinta, 19.Jan.2017 | 13h00




Jogo da Amizade: confira a lista dos 23 convocados
Créditos: MoWA Sports

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, convocou 23 jogadores para representar o Brasil no Jogo da Amizade na próxima quarta-feira (25), contra a Colômbia, às 21h45, no Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro. Por não se tratar de uma data FIFA, foram chamados apenas jogadores que atuam no futebol brasileiro. Toda a renda líquida da partida será repassada à Associação Chapecoense de Futebol, que a utilizará integralmente para indenizar os familiares dos jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes, vítimas da queda do avião que levava o time para disputar a partida final da Copa Sul-Americana, em Medellín. Confira a lista de convocados: Goleiros: Alex Muralha - Flamengo; Danilo Fernandes - Internacional e Weverton - Atlético Paranaense. Zagueiros: Geromel - Grêmio; Luan Garcia - Vasco da Gama; Rodrigo Caio - São Paulo e Vitor Hugo - Palmeiras. Laterais: Fábio Santos - Atlético; Fagner - Corinthians; Jorge - Flamengo e Marcos Rocha - Atlético Mineiro. Meio-campo: Camilo - Botafogo; Diego - Flamengo; Gustavo Scarpa - Fluminense; Henrique - Cruzeiro; Lucas Lima - Santos; Rodriguinho - Corinthians; Walace - Grêmio e Willian Arão - Flamengo; Atacantes: Diego Souza - Sport; Dudu - Palmeiras; Luan - Grêmio e Robinho - Atlético Mineiro.


Apenas 77 pessoas, de mais de 6 milhões, tiraram nota máxima na redação do Enem

Por Agência Brasil
Quinta, 19.Jan.2017 | 12h00




Apenas 77 pessoas, de mais de 6 milhões, tiraram nota máxima na redação do Enem
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Apenas 77 pessoas tiveram nota mil, a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conforme balanço divulgado hoje (18) pelo Ministério da Educação (MEC). O número de notas máximas foi bem abaixo das 104 registradas em 2015. De acordo com o MEC, 6,1 milhões de estudantes fizeram o exame em 2016. Os temas das redações do Enem foram "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”, nos dias 5 e 6 de novembro, quando a maior parte dos candidatos fez a prova; e “Caminhos para combater o racismo no Brasil”, nos dias 3 e 4 de dezembro. Em 2016, devido às ocupações de escolas e universidades por grupos contrários a mudanças educacionais no Brasil, o Enem foi adiado para alguns participantes. “Acho que é algo absolutamente esperado. Como tem populações diferentes todos os anos fazendo o Enem, essa comparabilidade de medias tem que ser cuidadosa porque as populações são diferenciadas”, ponderou em coletiva de imprensa a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini. Para a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, o desempenho na redação está também ligado ao desempenho em linguagens. A prova de linguagens, no Último Enem, registrou a menor nota mínima (287,5) e a menor nota máxima (846,4). “Há, claramente, um desempenho mais insuficiente em linguagens do que nas outras áreas, o que reforça o que as avaliações nacionais já indicam, que é a enorme dificuldade de leitura e escrita dos nossos alunos”, segundo a secretária.


Confira as datas do Sisu, ProUni e Fies, processos seletivos que usam o Enem

Por Agência Brasil
Quarta, 18.Jan.2017 | 15h57




Confira as datas do Sisu, ProUni e Fies, processos seletivos que usam o Enem

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (18) o calendário dos processos seletivos que utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para acesso ao ensino superior. Os processos são todos online e podem ser acessados a partir do site do MEC. Para participar de todos eles, o estudante precisa pelo menos não ter zerado a redação. O primeiro processo seletivo a ser aberto é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujas inscrições serão de 24 a 27 de janeiro. O Sisu oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Nesta edição serão ofertadas 238 mil vagas em 131 universidades federais e estaduais e institutos federais e instituições estaduais. A partir de amanhã (19), as vagas estarão disponíveis na internet para consulta. O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre o processo seletivo no dia 30 de janeiro e encerra no dia 2 de fevereiro. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino. É exigida também a nota mínima de 450 pontos na média das provas do Enem. O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá as inscrições abertas entre 6 e 9 de fevereiro. O Fies oferece financiamento em instituições particulares a estudantes que obtiveram pelo menos 450 pontos na média do Enem e não zeraram a redação.


Resultado do Enem 2016 já está disponível na internet

Quarta, 18.Jan.2017 | 11h59




Resultado do Enem 2016 já está disponível na internet
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou hoje (18) o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Os cerca de 6 milhões de candidatos que fizeram as provas já podem conferir as notas na página do participante do Enem. Para acessar, é necessário informar o CPF e a senha escolhida na hora da inscrição. Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e redação. Eles ainda não têm, no entanto, acesso ao espelho da redação, com a correção mais detalhada do texto, que será divulgado posteriormente.


Só 7,3% dos alunos atingem aprendizado adequado em matemática no ensino médio

Por Agência Brasil
Quarta, 18.Jan.2017 | 09h17




Só 7,3% dos alunos atingem aprendizado adequado em matemática no ensino médio
Foto: Agência Brasil

O percentual de estudantes com aprendizado adequado no Brasil aumentou do ensino fundamental ao ensino médio, de acordo com dados divulgados hoje (18) pelo movimento Todos pela Educação. Persiste, no entanto, um gargalo em matemática, no terceiro ano do ensino médio. Ao deixar a escola, apenas 7,3% dos estudantes atingem níveis satisfatórios de aprendizado. O índice é menor que o da última divulgação, em 2013, quando essa parcela era 9,3%. O índice é ainda menor quando consideradas apenas as escolas públicas. Apenas 3,6% têm aprendizado adequado, o que significa que 96,4% não aprendem o esperado na escola. “É algo muito frustrante. A gente não está conseguindo avançar na gestão da política pública educacional”, diz a presidente executiva do movimento, Priscila Cruz. “Matemática é uma disciplina cujo aprendizado é muito mais dependente da escola. Se não aprendeu na escola, não aprende na vida. Diferentemente de leitura e interpretação de texto, que é algo que os estudantes acabam praticando fora da escola”, acrescenta. O Brasil não tem, oficialmente, uma definição clara do que deve ser aprendido em cada nível de ensino. O movimento Todos pela Educação estabelece metas para que em 2022, ano do bicentenário da independência do país, seja garantido a todas as crianças e jovens o direito à educação de qualidade. O movimento estabelece também metas intermediárias de aprendizado.

Pelos critérios do movimento, apesar de ter apresentado nacionalmente um aumento no percentual de estudantes com aprendizado adequado, o país cumpriu apenas a meta estipulada para o português no 5º ano do ensino fundamental. A meta para a matemática no 3º ano era que 40,6% tivessem o aprendizado adequado.


A partir de fevereiro deste ano, Correios vão virar operadora de celular

Terça, 17.Jan.2017 | 16h00




A partir de fevereiro deste ano, Correios vão virar operadora de celular
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Com a autorização do Ministério das Comunicações, o Correios vão virar operadora de celular  e a empresa deve começar a operar já a partir de fevereiro deste ano. A empresa mira os públicos das classes C e D e aposta na qualidade dos serviços e nos nas mais de 12 mil agências em todo o Brasil para alavancar a distribuição como uma operadora móvel virtual.  A expectativa é de alcançar um milhão de usuários até o final do ano. A estrutura utilizada será a da empresa EUTV, conhecida como Surf Telecom.  A ideia inicial dos Correios era vender apenas planos pré-pagos, com chips e recargas sendo vendidas nas próprias agências.A empresa  promete simplicidade nos seus serviços, deixando claro para os usuários gastos como minutos de chamadas e dados de internet. 


Remédio derivado de maconha tem autorizada venda no Brasil pela Anvisa

Segunda, 16.Jan.2017 | 08h17




Remédio derivado de maconha tem autorizada venda no Brasil pela Anvisa
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Na última sexta-feira (13), o presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa assinou a resolução que autoriza a venda do primeiro remédio à base de derivados de Cannabis sativa, a planta da maconha. O medicamento, Mevatyl spray - tarja preta – já está a venda em países europeus e no Canadá como Sativex, e é indicado para o tratamento de espasmos prolongados relacionados à esclerose múltipla. Será fabricado pela inglesa GW Pharma, mas importada pela brasileira Beaufour Ipsen. Pelos critérios da Anvisa, o medicamento pode ter uma concentração de até 30 miligramas de derivado de maconha por mililitro. No Brasil, a estimativa é que o medicamento esteja à venda em 60 dias.


Crimes cometidos pela internet podem ter punição mais severa

Sexta, 13.Jan.2017 | 18h00




Crimes cometidos pela internet podem ter punição mais severa
Foto: Business Insider

O Brasil conta com uma norma criada exclusivamente para regular crimes digitais. A Lei 12.737/2012 especifica punições para infrações relacionadas ao meio eletrônico, como invadir computadores, violar dados de usuários ou "derrubar" sites. Projetos em discussão no Senado caracterizam   crimes cometidos na internet e preveem penas mais severas nesses casos. Entre eles está o PLS 436/2015, do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que altera o Código Penal para punir com maior rigor aqueles que praticarem o crime de vilipêndio a cadáver pela internet. Hoje esse tipo penal prevê detenção de um a três anos. O texto propõe que a pessoa que compartilhar ou publicar imagem, foto ou vídeo por meio da internet (inclusive aplicativos que permitam troca de dados, como por exemplo, WhatsApp) terá a pena aumentada em um a dois terços. De acordo com o senador, o que motivou a apresentação da proposta foi a divulgação na internet de imagens do corpo do cantor Cristiano Araújo, que morreu em 2015 um acidente de carro. Segundo Alcolumbre, a mudança na lei se justifica pelo alcance e rapidez do compartilhamento de informações pelas redes sociais. O projeto está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde aguarda designação de relator. Outros crimes já previstos no Código Penal poderão ganhar especificações quando praticados pela internet. É o caso de constrangimento ilegal, ameaça, calúnia, injúria e difamação conforme consta de projeto de lei (PLS 481/2011) do senador Eduardo Amorim (PSC-SE), que também está em exame na CCJ.


Política Nacional de Segurança de Barragens está em pauta na Comissão de Meio Ambiente

Por Agência Senado
Sexta, 13.Jan.2017 | 17h00




Política Nacional de Segurança de Barragens está em pauta na Comissão de Meio Ambiente
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Projeto que altera a Política Nacional de Segurança de Barragens está na pauta da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). Do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), o texto tem parecer favorável, com emendas do senador Jorge Viana (PT-AC). O PLS 224/2016 modifica a Lei 12.334/2010, estabelecendo novos critérios para a inclusão de represas no âmbito das políticas para o setor. O texto também muda as definições dos termos barragem e empreendedor e inclui definições para acidente e desastre. E reitera a responsabilidade civil objetiva do empreendedor por danos decorrentes de falhas da barragem independe de culpa do ponto de vista penal. Para o relator, a proposta supre lacunas quanto às obrigações dos empreendedores e à atuação dos órgãos fiscalizadores em segurança de barragens. O projeto foi elaborado após o relatório da Comissão Temporária da Política Nacional de Segurança de Barragens. A comissão foi criada após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), em 2015. A represa, da empresa Samarco, ruiu e provocou a morte de dezenas de pessoas, deixou centenas de famílias desabrigadas e produziu um desastre ambiental que se estendeu de Minas até o litoral do Espírito Santo, destruindo o Rio Doce. Ferraço incluiu no texto novas obrigações ao empreendedor, como a de contratar seguro ou apresentar garantia financeira para a cobertura de danos a terceiros e ao meio ambiente em caso de acidente ou desastre e para custear a desativação das barragens para disposição de resíduos industriais ou de rejeitos de mineração. O projeto também acrescenta artigo para estabelecer que o Plano de Ação de Emergência (PAE) esteja disponível no empreendimento e nas prefeituras envolvidas. O texto determina ainda que projetos de barragens que envolvam alto risco potencial poderão ser validados, de forma complementar, por profissionais independentes, a critério do órgão fiscalizador, com o objetivo de elevar a segurança das barragens.


Efeitos da recessão vão aumentar desemprego mundial em 2017, diz OIT

Sexta, 13.Jan.2017 | 16h30




Efeitos da recessão vão aumentar desemprego mundial em 2017, diz OIT
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

A taxa mundial de desemprego continuará subindo em 2017, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT). O novo relatório divulgado pela organização estima que este ano haverá um aumento de 3,4 milhões de pessoas desempregadas. A previsão é que o número de pessoas desempregadas no mundo inteiro chegue a aproximadamente 201 milhões. A tendência de crescimento deve se estender até 2018, ano que deve registrar aumento de 2,7 milhões de desempregados em relação a 2017. Segundo a direção da OIT, o desemprego continuará subindo nos próximos anos porque o ritmo de aumento da força de trabalho supera o da criação de empregos. A organização alerta que o crescimento econômico mundial “segue decepcionante”, fato que inibe a criação de empregos suficientes e de qualidade. O relatório publicado ontem (12) destaca que o desafio do desemprego é mais grave na América Latina e Caribe e na África Subsaariana, que ainda enfrentam os efeitos da recente recessão econômica de seus países. O dado, segundo alerta a OIT, pode levar ao aumento da pobreza e dos movimentos migratórios em direção aos países desenvolvidos, entre outras consequências sociais. Sobre o Brasil, o relatório conclui que os efeitos da recessão econômica de 2016 continuarão em 2017, o que elevará o número de desempregados brasileiros para 13,6 milhões, contra os 12,4 milhões registrados em 2016.


Segundo PF, Geddel e Cunha facilitavam crédito da Caixa em troca de propina

Sexta, 13.Jan.2017 | 16h00




Segundo PF, Geddel e Cunha facilitavam crédito da Caixa em troca de propina
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil e Adriano Machado/Reuters

Conforme relatório da Polícia Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) atuava "em prévio e harmônico ajuste" com o ex-presidente da Câmara, deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para facilitar a liberação de empréstimos da Caixa Econômica Federal a empresas e, em troca, receber propina. Geddel, ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, foi alvo de operação nesta sexta-feira (13), deflagrada para apurar um esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa entre 2011 e 2013. Ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa no período investigado pela PF. No despacho que autorizou a operação, o juiz Vallisney de Souza Oliveira cita o relatório da PF e a atuação de cada um dos investigados. Além da liberação de créditos da Caixa, as investigações apontam que os dois peemedebistas forneciam informações privilegiadas às empresas e aos outros integrantes do que o Ministério Público Federal chama de "quadrilha". "Consta dos autos que, valendo-se do cargo de Vice-Presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, [Geddel Vieira Lima] agia internamente, em prévio e harmônico ajuste com Eduardo Cunha e outros, para beneficiar empresas com liberações de créditos dentro de sua área de alçada e fornecia informações privilegiadas [...] para que, com isso, pudessem obter vantagens indevidas junto às empresas beneficiárias dos créditos liberados pela instituição financeira", diz o documento. Segundo informações do  G1, a assessoria de Geddel Vieira Lima não se manifestou sobre o assunto. A defesa de Eduardo Cunha informou que não teve acesso até o momento à investigação, mas disse que, desde já, "rechaça veementemente as suspeitas divulgadas. Tão logo tenha acesso à investigação, irá se pronunciar especificamente sobre cada acusação".


Governo divulga relatório da ONU de 2015 sobre presídios brasileiros

Quinta, 12.Jan.2017 | 18h30




Governo divulga relatório da ONU de 2015 sobre presídios brasileiros
Foto: Reprodução

A Secretaria Especial de Direitos Humanos publicou o relatório elaborado pelo Subcomitê das Nações Unidas para Prevenção à Tortura (ONU/SPT) sobre a inspeção feita em presídios de quatro estados brasileiros em outubro de 2015. As conclusões foram enviadas ao governo brasileiro em novembro do ano passado e tornadas públicas nesta semana pela secretaria. No relatório, os peritos alertam sobre a superlotação no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, que, na época da visita internacional, abrigava 1.203 presos, quando a capacidade suportava apenas 450. O documento destaca que a superlotação aumenta o nível de estresse e leva à competição por espaço e recursos limitados. De 19 a 30 de outubro de 2015, cinco peritos do subcomitê da ONU passaram por 22 delegacias, prisões, centros de detenção provisória, instalações para adolescentes, hospitais penitenciários e instituições forenses de Brasília, Pernambuco, Rio de Janeiro e Amazonas, onde uma série de rebeliões vitimou 60 pessoas no primeiro dia deste ano. Os peritos da ONU citaram ainda um caso ocorrido no complexo em 2002, quando 12 presos foram mortos. Eles alertaram que a superlotação poderia levar a incidente similar a qualquer momento. Alguns meses depois do alerta, o presídio foi palco de vários motins e 56 pessoas morreram em menos de 24 horas. A integrante do Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU, Margarida Pressburger, que foi representante do Subcomitê de Prevenção à Tortura no Brasil até o mês passado, confirma que a situação dos presídios do Amazonas já tinha sido destacada pelos peritos.


Ministério da Educação abre no dia 18 consulta pública sobre o novo Enem

Quinta, 12.Jan.2017 | 18h00




Ministério da Educação abre no dia 18 consulta pública sobre o novo Enem
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir a consulta pública para o novo modelo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo dia 18, segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho. "Espero uma interação positiva dos estudantes do Brasil, educadores, pesquisadores e todos que possam colaborar com o aperfeiçoamento do exame que é patrimônio do Brasil", disse o ministro em entrevista à imprensa. A intenção é adequar o Enem à reforma do ensino médio, que atualmente está em discussão no Congresso Nacional. Pela Medida Provisória (MP) 746/2016, parte da carga horária do ensino médio é voltada a um aprendizado comum, definido pela Base Nacional Comum Curricular, que ainda está em discussão; e, na outra parte, o estudante poderá escolher entre cinco itinerários formativos: linguagens; matemática; ciências da natureza; ciências humanas; e formação técnica e profissional. Algumas possíveis mudanças chegaram a ser debatidas, como a possibilidade de o exame não servir para certificar a conclusão do ensino médio e a exclusão dos treineiros – aqueles que fazem as provas só para testar os conhecimentos. Para eles, em troca, seria aplicado um simulado nacional, em julho, antes do Enem, que ocorre no final do ano. Uma das possibilidades, proposta por especialistas, é que haja modelos diferentes de Enem, mais direcionados para o que os estudantes aprenderam na etapa de ensino. No final do ano passado, o ministro disse que as questões que serão colocadas na consulta ainda não estavam definidas. O resultado do Enem de 2016 será divulgado no dia 19 de janeiro.


Inflação termina 2016 no menor nível em três anos

Quinta, 12.Jan.2017 | 17h00




Inflação termina 2016 no menor nível em três anos
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

A inflação oficial do Brasil fechou 2016 no menor nível em três anos. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 6,29% – valor abaixo do teto da meta (6,5%) e muito inferior ao resultado de 2015, quando a taxa havia sido de 10,67%. A desaceleração dos preços no ano passado foi a maior da última década. Os dados, divulgados nesta quarta-feira (11), são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse resultado foi fortemente influenciado pela queda expressiva de preços de produtos importantes para os brasileiros, principalmente de alimentos. Com essas quedas, o IPCA de dezembro, resultado conhecido apenas hoje, ficou em 0,30% – o mais baixo para meses de dezembro desde 2008, quando a inflação foi de 0,28%. No último mês do ano passado, o grupo alimentos variou apenas 0,08% frente a novembro. O resultado do ano veio ainda melhor que o esperado pelo Banco Central. No último Relatório Trimestral de Inflação, divulgado em dezembro do ano passado, a instituição projetava uma desaceleração do custo de vida no Brasil, mas para 6,5%, valor que é o limite máximo de tolerância. A expectativa do BC é de que o custo de vida continue a desacelerar nos próximos meses. Ao fim de 2017, a previsão é de que o IPCA recue para 4,4%, percentual que se confirmado fará com que o Brasil, pela primeira vez desde 2009, termine o ano com a inflação abaixo do centro da meta.


Isenção de IR para professores vai à Comissão de Assuntos Econômicos

Por Agência Senado
Quinta, 12.Jan.2017 | 14h00




Isenção de IR para professores vai à Comissão de Assuntos Econômicos
Foto: Reprodução

O projeto (PLS 445/2012) que isenta do Imposto de Renda (IR) a remuneração dos professores será analisado em decisão terminativa pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), porém, aprovou parecer pela rejeição do texto. O autor do projeto, senador Sérgio Petecão (PSD-AC), propõe alteração na legislação do IR tornando isentos os valores recebidos por professores em efetivo exercício na educação infantil, fundamental, média e superior. Ele entende que a isenção de IR aumentará o reconhecimento da relevância do professor e representará um incentivo para que mais profissionais integrem o magistério, contribuindo para suprir uma carência no sistema educacional. Na CE, o projeto recebeu voto contrário da relatora, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). Em seu entendimento, os salários dos professores são tão baixos que “não adianta assegurar a isenção a quem não atingiu a condição de contribuinte”. A relatora calcula que o piso salarial dos professores, estabelecido em R$ 1.567,00 em 2008, “precisaria de uma complementação de aproximadamente 26% para que os professores que o recebem fossem alçados à condição de contribuintes na legislação do IRPF.” O texto do relatório, aprovado em 11 de novembro de 2014, ainda argumenta que a isenção provocaria redução da receita tributária dos estados e municípios, o que poderia causar prejuízo aos professores que ganham menos. A Comissão de Assuntos Econômicos apreciará requerimento do senador José Pimentel (PT-CE) para a tramitação conjunta do projeto com outras matérias.


Férias na estrada: atitudes recomendadas para garantir a segurança de todos

Quinta, 12.Jan.2017 | 12h30




Férias na estrada: atitudes recomendadas para garantir a segurança de todos
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

As confraternizações de fim de ano acabaram, mas muitas famílias continuam aproveitando a alta temporada de verão e as férias escolares para pegar a estrada. Mais frequentes nessa época, os deslocamentos rodoviários aumentam os riscos de acidentes de trânsito. Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, foram registradas 14.262 ocorrências nas rodovias federais. Embora seja alarmante, o dado revela uma redução de 28% se comparado ao mesmo período de 2014 e 2015. Para ajudar a diminuir ainda mais esses indicadores, a Perkons ouviu um especialista em acidentes de trânsito que elencou as principais posturas para garantir segurança na estrada durante as férias. Não são apenas as atitudes nitidamente inadequadas e sujeitas à punição pela legislação de trânsito, como exceder a velocidade permitida, as causadoras de acidentes. Aquelas que são fruto de descuido e desatenção do condutor, como, por exemplo, deixar de checar as condições do veículo, também engrossam as estatísticas. “As ocorrências mais graves tendem a acontecer com o tempo favorável, quando o motorista se sente seguro para desafiar a velocidade. Mas a despreocupação em relação ao estado dos pneus, freios, direção e suspensão também pode determinar um acidente”, detalha o perito criminal e especialista em acidentes de trânsito, Rodrigo Kleinubing.


Após corte da Selic, bancos anunciam redução de juros

Quinta, 12.Jan.2017 | 12h00




Após corte da Selic, bancos anunciam redução de juros
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Os bancos anunciaram redução das taxas de juros das linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas, após o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortar a taxa básica de juros de 13,75% para 13% ao ano, No Bradesco, os cortes valerão a partir do dia 16 de janeiro e contemplarão as linhas de crédito pessoal, financiamento de veículos e cheque especial, entre outras. Já no Banco do Brasil, a maior redução, de 4 pontos percentuais, será no rotativo do cartão de crédito. No cheque especial, a redução foi de 0,09 ponto percentual ao mês. A Caixa Econômica Federal, por sua vez, informou que irá monitorar as carteiras para possíveis ajustes de preço. Em novembro do ano passado, semanas após a primeira redução da taxa Selicem quatro anos, a Caixa Econômica Federal anunciou a redução dos juros de suas linhas de crédito imobiliário.


Ministério do Turismo acredita que feriados prolongados vão injetar 21 bilhões a mais na economia em 2017

Quinta, 12.Jan.2017 | 11h00




Ministério do Turismo acredita que feriados prolongados vão injetar 21 bilhões a mais na economia em 2017
Foto: Wilker Porto | Brumado Agora

Embora setores como o comércio e a indústria alegarem que projetam prejuízos com os feriados deste ano, levantamento realizado pelo Ministério do Turismo espera que as viagens nos fins de semana prolongados -  levando em consideração os feriados de 21 de abril (Tiradentes, sexta-feira), 1º de maio (Dia do Trabalho, segunda-feira),15 de junho (Corpus Christi, quinta-feira), 7 de setembro (Independência do Brasil, quinta-feira), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, quinta-feira) e 2 de novembro (Finados, quinta-feira) - injetem R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017. A projeção divulgada nesta quinta-feira (12) e considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser feitas. O Ministério do Turismo acredita que as viagens e o consumo nos dias de folga gerarão renda e emprego. O turismo, de acordo com o Conselho Empresarial de Hospitalidade e Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é grande impulsionador de mais 52 áreas, direta ou indiretamente. O feriado que deve gerar maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia.


Pastora é flagrada quebrando a marteladas imagem de Nossa Senhora Aparecida

Quinta, 12.Jan.2017 | 09h27




Pastora é flagrada quebrando a marteladas imagem de Nossa Senhora Aparecida
Foto: Reprodução

Imagens de um vídeo compartilhado na internet mostra uma pastora na cerimônia de uma igreja evangélica de Botucatu, no interior de São Paulo, quebrando imagens de Nossa Senhora Aparecida. O vídeo foi postado na terça-feira (10) e causou grande repercussão negativa. A gravação foi feita por um dos obreiros, como os membros da igreja são chamados, e mostra uma cerimônia da igreja evangélica. A pastora quebra a imagem da santa com um martelo, enquanto um grupo de pessoas faz várias orações. "Oh, glória. Não aceito outro Deus. Aleluia, Jesus. Teu nome seja glorificado, Senhor. Abençoa, Senhor, meu pai, que foi feita pelas mãos do inimigo. Seu nome será honrado e glorificado. Está quebrada, em nome de Jesus", dizem os obreiros. Em entrevista ao G1, o Conselho Municipal de Pastores explicou que a prática de se desfazer de uma imagem é comum quando alguém é convertido à nova religião, mas respeitando outras religiões, e não da forma realizada pela pastora.




Banco Central reduz Selic para 13% ao ano e surpreende o mercado

Quinta, 12.Jan.2017 | 06h53




Banco Central reduz Selic para 13% ao ano e surpreende o mercado
Foto: Divulgação

Pela terceira vez seguida, o Banco Central (BC) baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu na quarta-feira (11) a taxa Selic em 0,75 ponto percentual, para 13% ao ano. A decisão surpreendeu os analistas financeiros, que previam o corte de 0,5 ponto percentual. Com a decisão de hoje, a Selic está no menor nível desde abril de 2015, quando estava em 12,75% ao ano. Mantida em 7,25% ao ano, no menor nível da história, de outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Somente em outubro do ano passado, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia. Em comunicado, o Copom informou que a demora na recuperação da economia contribuiu para a autoridade monetária acelerar o corte dos juros. “O conjunto dos indicadores sugere atividade econômica aquém do esperado. A evidência disponível sinaliza que a retomada da atividade econômica deve ser ainda mais demorada e gradual que a antecipada previamente”, destacou o texto.


Brumado Agora últimas notícias